Usina Nardini

Comitê de crise: como a empresa tem tomado as decisões sobre o COVID-19

Comitê de crise: como a empresa tem tomado as decisões sobre o COVID-19

Comitê de crise: como a empresa tem tomado as decisões sobre o COVID-19

Desde que a crise do COVID-19 teve início, a Nardini e Matilat prontamente iniciaram um comitê para discutir ações para proteger os colaboradores. No início, as reuniões eram diárias e agora, com as diversas medidas em andamento, os membros se reúnem duas vezes por semana.
De acordo com o Gerente de Gente&Gestão Carlos Benício a principal fonte de orientações iniciais foi o Ministério da Saúde, além de leis estaduais e municipais. "É importante frisar também que a ÚNICA, entidade que representa as Usinas produtoras de Açúcar e Etanol contratou uma Infectologista para auxiliar suas associadas sobre orientações médicas. Seguimos diversas orientações recomendadas por esses Infectologistas", disse.
A empresa tem a percepção de que está fazendo todo o possível para proteger os colaboradores e os membros do comitê estão acompanhando diariamente boletins médicos sobre o avanço da epidemia no país, para pensar em novas medidas e também avaliando a eficácia das ações. "Dentro da empresa estamos olhando para todos, queremos que nossos colaboradores tenham o mesmo cuidado fora da empresa", finalizou Carlos.

Sobre o momento atual

COVID-19